Pendrive que causa dano físico no computador existe?

Dispositivo chamado USB Killer e criado por russo pode liberar 220 volts na porta USB queimando a placa-mãe de quase todos os aparelhos.

Alguns usuários estão perguntando a respeito de um novo dispositivo que ao ser inserido na porta USB do notebook ou computador, faz com que sua placa mãe queime na hora.

Sim, este dispositivo existe e foi criado por um Russo especialista em segurança digital, conhecido como “Dark Purple”.

pendrive 220v estraga computador

Este pendrive se chama USB Killer e é visualmente igual aos demais existentes no mercado, porém em seu interior o hardware não serve para armazenar dados e sim descarregar uma corrente forte de -220 volts.

Isso mesmo, a porta USB habitual onde acoplamos dispositivos USB, como os pendrives possuem uma tensão de 5 volts e corrente de até 500mA. Imagine a placa recebendo uma tensão de 220 volts?

Com certeza ela não aguenta e “frita” em apenas alguns segundos. Este novo dispositivo lançado esta semana é uma “evolução” do anterior que descarregava -110 volts.

Segundo o autor que criou este destruidor de computadores, ele consegue queimar quase todos os notebooks, tablets, celulares e computadores com entrada USB. Não foi testado ainda em outros aparelhos como TVs, Home Theater e vídeo games, mas provavelmente consegue sim queimá-los, já que a tensão é alta.

Se já tínhamos que nos preocupar com malwares que infectam os dispositivos USB e se alastram infectando outros computadores, agora temos que ter o maior cuidado com estes pendrives suspeitos, causando uma enorme dor de cabeça ao usuário que for “trolado”.

Apesar do notebook demonstrado no vídeo ter sido queimado, Dark Purple afirma que basta trocar sua placa mãe para que volte a funcionar, não afetando os demais hardwares conectados nele, como o HD ou SSD onde são armazenadas as informações.