O guia definitivo sobre o Google PageRank - Parte 1

Infelizmente o Google apresenta muito pouca informação sobre o seu pageranking, embora seja provavelmente, o ranking mais desejado no meio dos webmasters, bloggers e pesquisadores.

Como tal, e tendo que recolher muita informação a vários níveis e de vários locais, resolvi fazer um guia para iniciantes, webmasters e todas as pessoas que se interessem pelo Pageranking e pelo seu funcionamento.

Google pagerank

Uma vez que pretendo fazer um guia extremamente completo, irei dividi-lo em várias partes. Provavelmente entre 2 a 3 partes.


A definição do Google: pageranking como votos

Para começar, deveremos analisar o pageranking pela óptica do Google. Neste caso, considerando a menção como um voto.

O Google geralmente utiliza os links como votos, atribuindo uma determinada valorização a um link proveniente da página A e outro tipo de valorização ao link da página B.

Não querendo de alguma forma falar pelo Google ou a tentar induzir o leitor, apresento-lhe uma tradução do que consta na própria página do Google:

“O coração do nosso software é o PageRank™, um sistema de ranking para páginas, criado por Larry Page e Sergey Brin na Universidade de Stanford. Uma vez que temos dezenas de engenheiros trabalhando com o intuito de melhorar o software e a experiência Google, o PageRank continua a ter uma elevada importância nessa estratégia.”
 

Explicar o Pageranking

“O PageRank trabalha na natureza do linking na internet, utilizando a sua vasta estrutura de links, como um indicador do valor individual de uma determinada página. Na essência, o Google interpreta um link da página A para a página B como um voto, neste caso, um voto da página A, para a página B. No entanto, o Google tem em conta uma série de outros fatores além do número de votos, ou links que uma página recebe; por exemplo, também analisa a página que envia o voto. Os votos que são enviados por páginas de maior relevância, apresentam um peso maior para quem os recebe. Utilizando estes e outros fatores, o Google providencia uma ranking intitulado Pageranking.“

O trabalho do Google funciona, uma vez que invoca milhares de milhões de links em todo o mundo, definindo que páginas apresentam conteúdos de relevância e interesse.

O Google acessa a relevância de cada página através de técnicas não conhecidas, e através do seu algoritmo PageRank, que analisa quantos votos uma dada página recebeu, e qual a relevância/importância dos mesmos.

O próprio Google já admitiu que o seu ranking não está apenas dependente do algoritmo PageRank, o que é sem dúvida bastante interessante, na medida em que a grande maioria das pessoas fixa-se unicamente nesse algoritmo e esquece todas as outras ferramentas e formas de melhorar o seu ranking privado.
 

Pageranking para Pesquisadores: A Google Toolbar

Vamos começar neste artigo Parte 1, vamos analisar como o PageRank funciona para quem pesquisa.

Visualizar o pageranking de uma página é relativamente fácil, e controlar o seu também. Mais à frente irei aprofundar a análise e visualização do pageranking.

A grande maioria dos pesquisadores, como eu, encontram o PageRanking de uma página através da Google Toolbar.

Esta barra de ferramentas da Google tem um medidor de Pagerank integrado, que a própria Google não explica como funciona.

Este, é o melhor artigo que a empresa tem sobre o funcionamento da sua toolbar e do medidor referido.

Existem várias formas de saber o pageranking de uma determinada página, embora com a Google Toolbar seja mais fácil e automatizado.

Atualmente já nem consigo trabalhar sem o medidor de pageranking. A partir dele tenho uma noção da relevância de uma determinada página ou não, antes de ler o conteúdo nela descrito.

Ainda assim, utilizo posteriormente outras ferramentas de SEO como por exemplo o site dnscoop.com para saber a idade e o volume de tráfego da página que estou visitando.

Por vezes é necessário fazer análises desse tipo, para não cair no erro de menosprezar uma página com menor pagerank que a sua.
 

O funcionamento da Toolbar

Depois de instalada, a Google Toolbar é bastante simples de utilizar. No topo da barra já será possível visionar o medidor de que lhe falo:

google toolbar

Se analisar a barra verde, irá ser confrontado com variações. Essa barra varia de valores que podem ir do 0 ao 10.

Uma página com ranking 10 é superior, ou neste caso mais influente, que uma página com ranking 2 por exemplo. Quanto mais cheia estiver a barra verde, mais relevante é a página que está visitando.

toolbar pagerank

Este é um exemplo de um resultado em que uma página tem um pagerank 7 em 10 possível.

O Google.com por exemplo, tem um ranking 10/10, o que faz daquela página, uma página perfeita e extremamente influente!

Tal como existem páginas em que a barra verde é extremamente perceptível, também existem páginas que não apresentam ranking.

Isso pode dever-se a vários fatores. O primeiro a ter em conta é a idade da página.

Quando o Google voltar a atualizar a influência das páginas, provavelmente já teremos um pagerank diferente para esta página ou site que não tem pagerank.

Não pense que uma página com ranking 0 (zero) é uma má página. Não tem  nada a ver!

Muitos utilizadores nem sabem da existência do medidor de ranking, porque a grande maioria que analisa esse medidor, são webmasters ou bloggers que trabalham com otimização de páginas.

Atualmente a Google Toolbar já inclui o medidor habilitado por padrão. A partir do momento em que instala a barra de ferramentas, passa a poder interagir com o recurso e analisar a relevância a influência dos conteúdos que lê. No passado o medidor vinha desactivado por padrão, sendo que o utilizador é que tinha de ativá-lo.

No caso de ter o seu medidor de PageRank desligado, visite o menu “Settings” da sua toolbar, depois escolha a opção “Options”, depois clique na opção “More tab” e de seguida na opção “Even more buttons”. Para ativar o medidor, clique na opção “PageRank and Page info” e voilá!

 

Fonte: www.fique-rico.com