Novo sistema anti-pirataria bloqueia CPU

A equipe de engenheiros da Universidade de Michigam e da Universidade Rice desenvolveram um bloqueador baseado em hardware que faz as CPUs pararem e funcionar caso elas não sejam "aprovadas" pelos seus criadores.

Pirataria

O custo de fabricação e de manutenção das fábricas de semicondutores estão forçando muitas companhias a externalizar sua produção com empresas como TSMC, UMC ou Chartered, que agora são as empresas que se encarregam de fabricar os chips.Isto permitiu as empresas de circuitos integrados (IC) ganhar muito dinheiro, mas isso também fez proliferar um lucrativo mercado negro de chips falsificados. Os engenheiros da Universidade de Michigan e da Universidade de Rice acreditam ter encontrado a solução para este problema desenhando um bloqueio e uma chave única para cada chip.

O dono da patente é o único que possui as chaves e somente ele pode desativá-la para seu funcionamento. Esta técnica, chamada Ending Piracy of Integrated Circuits (EPIC) utiliza métodos de codificação para mudar o processo de design do chip sem que isso repercuta na performance ou no consumo energético.

Os chips não são fabricados com o número de identificação, mas nele estão inseridas as ferramentas necessárias para produzir o número durante a ativação.

 

Fonte: SKuLL_DeviLL (forumpcs)