Faça o Windows durar mais tempo e sem erros evitando reinstalá-lo

Seu Windows está ficando lento ou com erros rapidamente. Veja algumas dicas para conservar o sistema sem problemas por mais tempo.

Para muitos o Windows começa a se tornar mais devagar conforme vamos utilizando-o. Mas sabia que podemos fazer com que o sistema dure mais tempo sem que precisemos ficar reinstalando?

Há um tempo a pratica de formatação e reinstalação do sistema operacional era muito comum e um exercício utilizado pela maioria dos técnicos. Mas será que realmente é necessário reinstalar o sistema só por que que está lento ou ocorrendo alguns erros?

conservando windows sem erros

Ter que reinstalar o Windows é um inconveniente, pois é uma pratica demorada e chata, já que temos que fazer um backup dos arquivos e configurações, enviar estes arquivos para um dispositivo externo ou servidor nas nuvens e ter que reinstalar todos os programas novamente.

Muitas vezes isso leva um dia inteiro. Então veremos como podemos evitar ao máximo esta prática mantendo o mesmo sistema rápido e sem erros por mais tempo.

Por que meu Windows está ficando lento?

Bem, há várias hipóteses para isso e é uma das principais razões para a reinstalação do sistema operacional pela maioria dos usuários e técnicos em informática. Normalmente a lentidão é causada por:

  • Plugins nos Explorer e serviços em demasia: Em certos programas que instalamos no Windows, há a opção de colocarmos um de atalho no Explorer, útil quando clicamos com o botão direito do mouse em algo. Mas dependendo da quantidade de atalhos ou se eles foram mal programados isso pode tornar a inicialização lenta. Serviços desnecessários que rodam no plano de fundo também podem deixar o Windows lento ou travando.
  • Programas de inicialização: Muitos programas instalados no Windows iniciam junto quando nos logamos no sistema. Isso faz com que alongue o tempo de inicialização, assim como utilizará mais memória RAM e CPU.
  • Programas que prometem a limpeza do Windows: Alguns programas que prometem fazer uma limpeza em seu computador e consertar erros na verdade podem se tornar inúteis e prejudicar ainda mais o sistema. Procure instalar e rodar apenas os melhores nesta tarefa, como o CCleaner e não os deixe aberto pois muitos ficam rodando em segundo plano, reduzindo a velocidade do sistema.
  • Barras de ferramentas de navegadores: Há pouco tempo atrás isso se tornou uma febre, vinha esta opção em tudo quanto era programa que instalássemos no Windows. Estas barras podem ser tornar úteis para certos usuários, mas se você não as utiliza, remova do seu Windows, pois com elas instaladas, a abertura dos navegadores ficam prejudicadas e lentas.
  • Antivírus e outras suítes de segurança: Muitos devem se lembrar do Norton, um bom antivírus, mas que se tornou ao longo do tempo extremamente pesado consumindo recursos “adoidado” para manter seu sistema protegido. Verifique se realmente você precisa de uma suíte de segurança muito completa pois quanto mais itens ou mal escrito um antivírus for, mais lento seu computador ficará.
  • Lixos diversos: Muitos programas instalam DLLs e outras bibliotecas que vão tornando o Windows uma “lesma” e com constantes erros, enchendo os registros com entradas inúteis. O pior é que a maioria dos programas sempre deixam registros e arquivos de bibliotecas mesmo quando desinstalados do sistema operacional. Então procure utilizar sempre que possíveis aplicativos portáteis, que são aqueles que rodam sem que se precise instalá-lo.

E quais cuidados devo tomar para deixar o Windows rápido?

Alguns cuidados são realmente necessários para manter um Windows por anos com boa velocidade e sem necessidade de reinstalação. Entre estes cuidados destacamos:

  • Preste atenção ao instalar um software. Normalmente em seu passo-a-passo de instalação eles “camuflam” opções para instalação de barras de navegador, spywares e outros lixos que deixarão seu computador mais lento.
  • De vez em quando use ferramentas para limpeza e verificação de registros do sistema. Um dos que recomendo é o CCleaner que é gratuito, prático e eficiente.
  • Procure instalar apenas os programas que irá realmente usar e procure os bem escritos e leves que respeitem as configurações do seu hardware. Se for testar algum programa, procure instalar outra cópia do Windows em uma máquina virtual para que estes programas não prejudiquem seu sistema principal.
  • Utilize ferramentas para verificar e selecionar os programas que iniciam junto com o Windows. Assim poderá escolher aquele que realmente necessita, diminuindo em muito o tempo de inicialização do Windows. Você pode acessar esta opção pelo próprio programa CCleaner ou buscando por msconfig no Windows.
  • Se não utiliza mais um programa ou jogo, desinstale-o pelo painel de controle. Alguns programas podem ficar rodando em segundo plano sem que você saiba, prejudicando a performance do Windows.
  • Procure utilizar antivírus leves e que sejam eficientes. Há muitas opiniões sobre isso na internet. No caso do Windows 8 ele já vem com firewall, anti spyware e antivírus embutido no sistema. Então verifique se realmente é necessário instalar outro como substituto e nunca use dois ou mais antivírus.
  • Se o uso da internet está lento e as páginas estão travando ou abrindo de forma lenta, pode ser que seu navegador esteja com muitas extensões. Você verificar e desinstalar extensões e plug-ins que não esteja usando nos navegadores.
  • Utilize o programa Desfragmentar e otimizar unidades caso seu computador utilize HDs (pois em SSDs não é necessário). Isso fará com que os arquivos mais utilizados fiquem mais próximos e assim a varredura em busca dos dados seja mais rápida, aumentando significativamente a inicialização do Windows, abertura de programas e arquivos, dentre outros. Basta procurar por desfragmentar no Windows e executar este utilitário.

ccleaner-selecionando-programas-inicializacao

Como faço para testar os programas sem deixar o Windows lento?

Para quem gosta de instalar programas ou games para testes e ver seu funcionamento, o que é muito comum entre os usuários de qualquer sistema operacional, a dica como já havia mencionado mais acima no artigo é utilizar uma máquina virtual. Basta você instalar o Windows em um programa chamado VirtualBox ou VmWare e em seguida rodar os programas dentro deste sistema de testes.

Assim os programas não prejudicam seu Windows principal com arquivos ou registros que podem ficar armazenados mesmos depois de desinstalar o programa.

maquina-virtual-windows-8

Tente restaurar o Windows em vez de reinstalá-lo

O Windows possui alguns recursos de recuperação e restauração que podem salvar tempos preciosos e possíveis aborrecimentos. O Windows 8, por exemplo, possui uma função chamada Refresh. Basta procurar por Opções de recuperação e em seguida clicar em Remover tudo e reinstalar o Windows.

opcoes-recuperacao-windows

Coloque o disco ou USB de instalação do Windows, caso seja solicitado e siga com os passos. Isso irá remover todos os seus arquivos, programas e configurações, portanto faça um backup antes de prosseguir e completar esta tarefa.

E quando então devo reinstalar o Windows?

Não existe um tempo certo de quando se deve reinstalar o Windows. Eu por exemplo, tenho o Windows 7 instalado em meu notebook há três anos e ele está rápido e sem problemas, mesmo já tendo pego vírus e outros malwares “cabeludos” por descuido.

A reinstalação do Windows só é necessária em casos como:

  • O Windows continua lento mesmo após ter feito todas as otimizações listadas neste artigo;
  • Está cheio de malwares e erros que você não está conseguindo resolver;
  • O a busca por problemas e o conserto do Windows está tomando mais tempo do que uma instalação do zero;
  • Está querendo atualizar o Windows para outra versão. Exemplo: Passar do Windows 7 para o Windows 8. Neste caso a formatação e reinstalação completa é o recomendado, em vez de fazer o upgrade utilizando a versão do Windows atual.

upgrade-windows7-para-windows8