Dicas para Deixar o Linux Ubuntu mais rápido

As novas versões do Linux Ubuntu estão bem mais rápidas que as versões anteriores, mas saiba que com alguns ajustes e programas é possível melhorar esta performance em seu computador, tanto na hora do boot (inicialização) quando no uso do sistema.

As dicas abaixo foram testadas no Linux Ubuntu 12.04 e 12.10, mas podem servir para algumas versões anteriores e superiores do sistema operacional.

Speed UP Ubuntu

Instalando o programa Preload

Se o computador tem mais de 1GB de memória RAM, seria uma boa ideia instalar uma aplicação chamada Preload em seu Linux. O programa funciona semelhante ao Superfetch do Windows, onde programas e bibliotecas mais utilizados ficam armazenados na memória RAM, fazendo com que a reabertura de aplicações fique bem mais rápida.

Velocidade Ubuntu Preload

Para instalar, basta abrir o Terminal (Ctrl, Alt e T) e digitar o comando:

sudo apt-get install preload

ou

sudo aptitude install preload

Como sabe, quando se tenta instalar programas no Linux será perguntando a senha do usuário root ou a sua senha.

Pronto, agora o programa Preload irá lhe ajudar na velocidade de abertura dos programas mais usados em sua máquina.

Se quiser refinar o funcionamento do programa (para usuários mais experientes), poderá editar o seguinte arquivo:  /etc/preload.conf

Otimizando o uso da memória SWAP

A memória virtual do Linux é chamada de memória SWAP e é onde o sistema coloca bibliotecas e outros tipos de arquivos não utilizados ou que estão sobrecarregando a memória RAM no disco rígido.

E o disco rígido é muito mais lento que a memória RAM. Se você tiver uma boa quantidade de memória RAM, deve configurar o sistema para evitar o uso frequente de troca de memória SWAP.

Ubuntu uso memória SWAP

Existe um parâmetro swappiness que controla a tendência do kernel em mover processos da memória física para o disco SWAP. Ele varia de 0 a 100 e quando o swappiness está igual a zero o kernel evitará ao máximo a troca de memória para a SWAP, mantendo os dados a maior parte do tempo na memória RAM. Se estiver como 100, diz ao kernel para trocar de forma “agressiva” os conteúdos da memória RAM para a SWAP e vice-versa.

No Ubuntu Desktop o padrão do swappiness é de 60 e o recomendado, caso tenha mais de 1GB em seu computador é que o valor seja de 10 para melhorar o desempenho geral.

Para alterar este valor, primeiro verifique qual a swappiness está sendo usada em seu Linux atualmente, fazendo o seguinte comando abaixo no seu terminal:

cat /proc/sys/vm/swappiness

Provavelmente vai lhe retornar o valor 60.
Para alterar de forma permanente, você deverá editar o arquivo sysctl.conf fazendo o seguinte comando no terminal:

gksudo gedit /etc/sysctl.conf

Procure pelo parâmetro “vm.swappiness” no arquivo e altere o valor para 10. Caso não encontre este parâmetro, adicione no final do arquivo como:

vm.swappiness=10

Agora tem que salvar e reiniciar o Ubuntu.

Usando bibliotecas pré-linkadas com Prelink

Assim como no Windows, quando abrimos qualquer programa no Linux, também são abertas e necessárias certas bibliotecas (que no Windows são conhecidos como DLLs) para funcionar corretamente. Elas podem ser incorporadas ao programa quando compilado ou então chamado de forma dinâmica conforme necessidade.

Para programas onde as bibliotecas são abertas dinamicamente (a maioria) o sistema tem que ficar procurando a biblioteca e abri-la a todo o momento, podendo causar redução na performance da abertura do aplicativo.

O programa Prelink tem a finalidade de acabar com este problema, fazendo com que as bibliotecas fiquem linkadas antes que o programa seja executado. Para instalar e configurar o Prelink, basta executar o comando abaixo no Terminal:

sudo aptitude install prelink

ou

sudo apt-get install prelink

Agora edite o arquivo do Prelink, digitando no Terminal:

gksudo gedit /etc/default/prelink

Procure pela linha PRELINKING=unknown e altere para PRELINKING=yes e salve o arquivo.

ativando Prelink Ubuntu

No Terminal digite:

sudo /etc/cron.daily/prelink

Na primeira vez que é executado pode demorar um pouco, mas depois notará a diferença de desempenho.

Só tome atenção ao fazer um futuro update ou atualização no sistema, onde deverá executar novamente o comando:

sudo /etc/cron.daily/prelink

Mostrar e escolher as aplicações que são inicializadas junto com o Linux Ubuntu

A partir da versão 12.04 do Ubuntu você não consegue mais ver os aplicativos que estão sendo inicializados junto com o sistema. Em vez disso aparece uma tela totalmente roxa em sua frente enquanto o sistema carrega.

Splash Ubuntu 12.04

Mas há uma maneira de desativar esta tela, bastando inserir o comando abaixo no Terminal:

sudo sed -i 's/NoDisplay=true/NoDisplay=false/g' /etc/xdg/autostart/*.desktop

A desativação de aplicativos desnecessários ajudará e muito na velocidade de boot do seu sistema Linux. Mas tenha certeza de desativar somente os que não utiliza.

Entre os aplicativos que não recomendo sua desativação, estão:  AT-SPI D-Bus, Certificate and Key Storage, Disk Notifications, Files, GNOME Settings Daemon, Secret Storage Service, SSH Key Agent , GPG Password Agent, GSettings Data Conversion, Mount Helper, Network, Onboard, PolicyKit, PulseAudio, Screensaver,  User folders update, and Zeitgeist Datahub.

Para selecionar as aplicações que deseja desativar na inicilização do Ubuntu, basta clicar no ícone de engrenagem no topo superior direito da tela e depois escolher Aplicativos de sessão.

Instalando o BleachBit

BleachBit serve para liberar espaço em disco e proteger sua privacidade. O programa consegue excluir cookies, caches livres, histórico da internet, destruir arquivos temporários, excluir logs e excluir lixos que você nem sabia que existiam no Ubuntu.

Projetado para sistemas Linux e Windows, ele consegue limpar mais de 90 aplicações, incluindo Firefox, Internet Explorer, Adobe Flash, Google Chrome, Opera, Safari e muito mais. Além de simplesmente apagar arquivos, BleachBit inclui características avançadas, tais como excluir permanentemente arquivos sem chances de recuperação, limpar espaço livre em disco para esconder vestígios de arquivos excluídos por outros aplicativos e otimizar o Firefox para ficar mais rápido. E o melhor, ele é totalmente gratuito.

Ubuntu BleachBit

Para instalar o programa no Linux, use o seguinte comando abaixo no Terminal:

sudo apt-get install bleachbit

Instalando ZRAM

ZRAM cria uma base de blocos na memória RAM e atua como o disco de troca (SWAP), mas comprimindo e armazenado tudo na própria memória RAM em vez  do disco ou partição SWAP (que é muito mais lenta que a RAM). Com isso se permite um I/O muito rápido e aumentando a quantidade de memória disponível antes de o sistema começar a troca com o disco.

Ubuntu ZRAM

Com isso se tem uma melhora incrível no desempenho de computadores com pouca memória RAM, especialmente netbooks. No entanto se você usa unidades SSDs em vez de HDs, é bem provável que não precise instalar este programa.

Para instalar o programa, faça os seguintes comandos no Terminal:

sudo add-apt-repository ppa:shnatsel/zram
sudo apt-get update
sudo apt-get install zramswap-enabler

Instale drivers de vídeos

Em muito computadores, principalmente aqueles que tem placa de vídeo integrada na placa-mãe o Linux Ubuntu pode não fornecer aquele desempenho satisfatório e até mesmo quando executar certos jogos, poderá ficar sem texturas e totalmente bugado.

Isso se deve ao Ubuntu não trazer um repositório PPA com drivers proprietários e atualizados para sua placa de vídeo, principalmente para os modelos da Intel, SIS e VIA.

Então se sua placa de vídeo é um modelo de uma destas marcas citadas ou está achando o desempenho gráfico muito aquém do esperado, abra o Terminal e digite o seguinte comando:

sudo add-apt-repository ppa:oibaf/graphics-drivers && sudo apt-get update && sudo apt-get dist-upgrade

Após o processo, basta reiniciar o computador para ver as melhorias. Em placas de vídeo ATI ou NVidia você pode olhar os sites oficiais que provavelmente tenha o driver para sua placa disponível para download.