Como ajudar a acelerar o computador?

1.    Aumente o clock do PC e da placa gráfica - Quando você usa a técnica do overclock, ajusta seu computador para trabalhar mais rápido do que sua velocidade certificada. Em geral, isso não traz problemas porque a CPU é projetada para ultrapassar a velocidade declarada (os fabricantes de chips incorporam um pequeno amortecedor). Em muitos computadores, você simplesmente aumenta a velocidade do barramento frontal (FSB) e/ou as configurações multiplicadoras da CPU no Setup do computador (que você acessa quando aperta a tecla F1 ou Delete depois de ligar o sistema, mas antes de o Windows carregar).

Para obter mais detalhes de como fazer overclock da CPU e da placa gráfica, clique aqui. Lembre-se, porém, de que o superaquecimento de um processador – ou de qualquer outro chip, na verdade – pode destrui-lo. Portanto, informe-se sempre antes de alterar seu sistema.

2.    Acelere o timing de RAM - Diminua a configuração CAS Latency, normalmente de 3 ou 2,5 para 2.  Isso torna a memória mais veloz, mas também pode causar travamentos em sistemas que utilizem chips de memória de qualidade mais baixa. CAS significa column address strobe. Clique aqui para ler mais sobre a tecnologia na Wikipedia  e leia sobre escolha de memória aqui.

3.    Pare de economizar energia - Desabilite quaisquer configurações de economia de energia no Setup do computador. Você deixa de gastar alguns quilowatts, mas essas configurações podem deixar mais lentos as unidades de disco rígido, a CPU e outros componentes do sistema.

4.    Isole o arquivo swap -  O arquivo de troca – ou memória virtual – do computador coloca dados no disco rígido quando a RAM do sistema fica cheia. Infelizmente, acessar dados em um disco rígido é muito mais demorado do que acessar dados armazenados em RAM. Um computador que acesse o arquivo de troca com freqüência para obter dados pode sofrer uma queda de performance perceptível. A melhor maneira de acelerar o acesso ao arquivo de troca é colocá-lo em um segundo disco rígido – de preferência, um que não tenha outros arquivos de programa ou de sistema operacional. Se você não puder pôr o arquivo de troca em um disco rígido separado, coloque-o em sua própria partição no disco para minimizar a fragmentação, que também retarda o acesso à memória. Programas de particionamento, como o PartitionMagic 8, da Symantec (119 reais, em média), facilitam a criação de partições.

5.    Descarte seu arquivo de troca - Se seu computador tiver pelo menos 1 GB de RAM, talvez você possa acelerá-lo com a desabilitação do arquivo de troca nas configurações de memória virtual. Basta clicar em Sem Arquivo de Paginação na caixa de diálogo Memória Virtual. Para abrir as configurações de memória virtual no Windows XP, clique com o botão direito do mouse em Meu Computador, clique em Propriedades, selecione a guia Avançado, escolha o botão Configurações sob Desempenho, clique na guia Avançado e selecione o botão Alterar.

6.    Obtenha duplo drive - Acrescente uma segunda unidade de disco rígido configurada como um array RAID 0, que vai aumentar as velocidades de transferência de dados. Muitas placas-mãe avançadas ou intermediárias suportam RAID 0. Se este não for o caso da placa-mãe de seu computador, você pode acrescentar uma placa controladora PCI RAID como a ATA RAID 1200ª (321 reais, em média) da Adaptec.

7.    Verifique as configurações da sua AGP  - Certifique-se de que a configuração AGP Speed no Setup do seu computador “case” com o máximo do chipset gráfico (4X, 8X e assim por diante). Se seu equipamento suporta AGP 4X ou 8X, habilite AGP Fast Write, que permite que os dados gráficos ignorem a RAM do sistema.

8.    Abra o portão - Escolha a velocidade mais alta para a configuração Gate A20 Emulation no Setup do computador para mudar a origem de uma memory timing de routine do conjunto de circuitos de teclado, mais lento, para o conjunto de circuitos de chipset, mais veloz.

 

FONTE: Kirk Steers - PCW/EUA