Apague definitivamente dados e históricos do computador, HD e SSD

Aprenda todos os passos de como apagar definitivamente os arquivos, históricos e outros dados do seu computador antes de vendê-lo.

Arquivos deletados podem muitas vezes ser recuperados e isso é um problema quando você está vendendo seu computador, HD ou SSD. Se tiver armazenado dados financeiros, documentos de negócios, fotos escandalosas ou outros tipos de arquivos confidenciais que poderiam fazer com que outras pessoas as conseguisse e usa-las para chantageá-lo, provavelmente é algo que você deveria prestar mais atenção e fazer algo para que os arquivos se apaguem a ponto de não haver mais recuperação.

apagando dados arquivos HD

Felizmente abordaremos algumas dicas para que se livre de arquivos, pastas, fotos, vídeos, documentos confidenciais e outros de maneira permanente em seu computador, laptop, HD, SSD, pen drive, disco rígido externo e outros meios de armazenamento.

Unidades de Disco Rígido mecânicas (HD) vs Drives de Estado Sólido (SSD) vs Unidades Externas

Os arquivos apagados podem ser recuperados em alguns tipos de mídias e outros não. Vamos ver um rápido resumo sobre cada um deles.

Unidades de disco rígido mecânico (HD): É uma das formas de armazenamento de dados mais antigas na informática. São constituídos de discos magnéticos que giram e braços com cabeças nas pontas fazem a leitura dos magnéticos. Veja o vídeo de como funciona o HD.

Os arquivos apagados destas unidades podem ser recuperados. Quando você exclui um arquivo o HD apenas marca os dados que formam o arquivo como excluído. Ao usar um programa de recuperação de dados, estes arquivos podem ser marcados novamente como “não apagados” e serem recuperados. A não ser que o HD escreva algo em cima desta marcação, neste caso não poderá ser recuperado, pois outra informação já está na área excluída.

Unidades de estado sólido internas (SSD): Este tipo de unidade utilizam um recurso chamado TRIM. Quando você excluir um arquivo de uma unidade de estado sólido, o sistema operacional informa a unidade que o arquivo foi excluído. A unidade então apaga dados do arquivo de suas células de memória. Isso é feito para acelerar as coisas, pois é mais rápido escrever novamente em células vazias e ainda tem a vantagem de garantir que o arquivo que você excluiu da SSD não possam ser mais recuperados.

SSDs externos e outras mídias removíveis: O TRIM é usado apenas em SSDs internos, como o mencionado acima. Em SSDs externos, pen drivers e outros tipos de mídias removíveis o arquivo não é apagado em definitivo podendo ser recuperados depois.

Se você tiver um PC com uma unidade de estado sólido (SSD), basta apenas reinstalar seu sistema operacional para apagar os dados. Agora se tiver um PC com HD (disco rígido) não basta apenas formatar e reinstalar o sistema operacional, você terá que utilizar alguma ferramenta que formate permanentemente o HD para que os dados físicos realmente sejam “zerados”.

Limpando HD para reinstalar o Windows 7

O Windows 7 não possui este recurso de “limpeza profunda” para apagar um HD em definitivo. Se você apenas reinstalar o Windows 7 em seu PC usando um disco de instalação do Windows 7 ou o recurso de recuperação do seu PC, seu drive não vai ser apagado, podendo assim ser recuperados posteriormente.

Então antes de reinstalar o Windows 7, temos que usar uma ferramenta que sobrescreva todo o HD com dados inúteis para depois instalar o sistema operacional em cima.

Uma ferramenta que recomendamos é a Darik Boot and Nuke. Basta baixar a imagem e gravar ela em uma mídia removível, reiniciando seu computador em seguida para que o Darik Boot and Nuke inicialize.

tela-darik-boot-nuke

Cuidado com este tipo de ferramenta, pois eles apagam completamente o HD, inclusive as partições de recuperação e outros dados. Se você tem dados importantes no disco rígido, não é preciso dizer que é necessário fazer um backup antes.

Após a formatação com o Darik Boot and Nuke, você poderá reinstalar o Windows 7 novamente.

Limpando seu PC e reinstalando o Windows 8

O Windows 8 adicionou uma característica onde é possível limpar o HD usando uma formatação de baixo nível e assim limpar em definitivo os arquivos apagados.

Basta entrar nas configurações do Windows 8, acessar Atualização e recuperação, em seguida ir em Recuperação e em seguida clicar na opção de Remover tudo e reinstalar o Windows.

windows-8-remover-tudo-reinstalar-tudo

Com estes recursos você terá a opção “Limpar completamente o disco”, fazendo com que o Windows sobrescreva sua unidade com “dados de lixo” e em seguida reinstala o sistema operacional. Depois disso você terá um sistema como novo sem qualquer arquivo recuperável. Simples assim.

Apagando dados em definitivo em unidades externas (pen drive, SD card, HD externo, etc)

Apagar em definitivo os arquivos que estão em uma unidade externa é fácil, basta executar a formatação completa.

Para fazer isso é simples, basta abrir o Explorer e em seguida localizar a unidade externa. Clique com o botão direito em cima e selecione Formatar...

formatando-unidade-externa

Em seguida, na janela de formatar, desmarque a opção “Formatação Rápida” e clique em “Iniciar”. É um processo demorado, porém a formatação será completa.

formatacao-completa-driver-externo

Atenção: A formatação completa onde não há possibilidade de recuperação dos dados em unidades externas somente funciona na versão do Windows Vista ou superior. Se usar o Windows XP, mesmo utilizando a formatação completa, será possível recuperar os dados do dispositivo externo.

Limpando o espaço livre com o Windows já instalado

Se você já reinstalou o Windows e não quer ter que formatar todo o HD novamente, você pode tentar usar uma ferramenta que limpa o espaço livre da unidade que deve obliterar qualquer dados que tenham sobrados no disco.

Um programa bem conhecido que faz isso é o CCleaner, que pode limpar apenas os espaços livres de uma unidade que você queira.

Para executar esta função, abra o CCleaner, vá em Ferramentas > Limpeza do dispositivo e em seguida em Limpar escolha a opção “Apenas espaço livre”. Em Segurança o recomendado é que a opção “Sobrescrever ultra-complexo (35 passos)” esteja selecionada. Ela é mais demorada, porém mais eficiente no apagamento dos arquivos.

Depois selecione as unidades (inclusive a que está instalada o Windows) para que as exclusões sejam feitas. Com a opção “Apenas espaço livre” selecionada, não serão apagados arquivos do Windows ou qualquer outro do HD. Apenas serão apagados em definitivo os arquivos que você apagou no passado e que poderiam ser recuperados.

ccleaner-apagando-definitivo-arquivos-hd

Observação: Limpar somente o espaço livre da unidade não é a melhor solução para quem pretende apagar em definitivo todos os arquivos, pois neste método o CCleaner pode não apagar os arquivos sensíveis que ainda não foram excluídos. Uma formatação completa de baixo nível com o Darik Boot and Nuke ainda é mais aconselhável.

Verificando se realmente os arquivos não podem ser mais recuperados

Depois de ter feito os procedimentos para remover em definitivo todos os arquivos do seu computador é hora de verificar se é possível recuperar alguns deles. Para isso devemos utilizar um programa de recuperação de arquivos, como o Recuva.

Recuva varre seu disco rígido interno ou externo a procura de arquivos recuperáveis mostrando informações se é possível recuperá-los ou não. Certifique-se de realizar uma “varredura profunda” quando solicitado, pois apesar de mais lento ele encontra mais bits de arquivos excluídos.

Se você limpou a mídia de armazenamento corretamente, então não será possível recuperá-los.

usando-recuva-recuperar-arquivos-apagados-hd

Usando a criptografia para proteger todos os seus arquivos

Configurar a criptografia na sua unidade é recomendado se você está profundamente preocupado com a recuperação de arquivos apagados. A criptografia protege todos os seus arquivos, incluindo os dois arquivos mais atuais alocados no mesmo cluster do HD (quando substituímos um arquivo por outro) e arquivos apagados.

As opções de criptografia podem vir do BitLocker, recurso disponível nos Windows Profissionais e Ultimate ou utilizar o TrueCrypt que é gratuito e funciona em todas as versões do Windows.

O TrueCrypt pode criar criptografias para determinados arquivos ou criptografar uma unidade inteira. Você terá que adicionar uma senha de criptografia para acessar seus arquivos, que serão salvos em disco em formato criptografado. E mesmo se você excluir arquivos criptografados de um drive, os apagados se tornarão apenas um “rabisco” sem sentido na mídia sem sua chave de “descriptografia”. Uma pessoa mau intencionada que queira recuperar os arquivos excluídos de seu computador ou mesmo acessar os arquivos da unidade criptografada precisaria da sua chave para obter determinado acesso.

criando-criptografia-truecrypt

Destruindo as unidades

Esta é uma opção mais extrema para eliminar em definitivo os dados. Essa opção é muito usada pelos militares que não só executam as formatações mencionadas neste artigo como também destroem as mídias para terem certeza de que nunca será possível a recuperação dos dados.

Nos HDs, basta abrir e passar um imã magnético forte nos discos e em seguida destruir todos eles com um martelo.

Esta é uma medida extrema, mas eficiente para quem possui um disco com informações financeiras ou de clientes e não quer arriscar.

destruindo-hd-martelo