8 dias para aumentar a velocidade do PC

Você já parou pra pensar em quanto você poderia deixar seu computador mais rápido? Eis oito técnicas que fãs de computadores rápidos usam para tirar o máximo de desempenho de seus sistemas

Velocidade do pc

1. Faça overclock em seu computador e na sua placa de vídeo: ao fazer overclocking na sua CPU, você a configura para trabalhar numa velocidade maior do que a assegurada. Geralmente não há problemas, pois a CPU é projetada para ir além do ritmo especificado (os fabricantes de chips deixam uma margem de segurança).

Com vários PCs, é só aumentar a velocidade da bus front-side e/ou as configurações do multiplicador da CPU no programa de setup da sua máquina (que você acessa teclando F1 ou Del após ligar seu PC, mas antes que o Windows se inicie).

No entanto, tenha em mente que superaquecer um processador – ou qualquer outro chip – pode destruí-lo. Sempre faça a lição de casa antes de alterar seu sistema.

2. Aumente o ritmo de sua RAM: Diminua as configurações da CAS Latency – geralmente em 3 ou 2.5 – para 2. Isso faz sua memória ficar mais rápida, mas também pode travar sistemas que utilizam chips de memória de qualidade mais baixa.

A sigla CAS significa “Column adress strobe”. Visite o Wikipedia para saber mais sobre essa tecnologia (em inglês).

3. Pare com os economizadores de energia: Desative quaisquer configurações para poupar eletricidade no programa de setup do seu PC. Eles podem deixar tanto HDs, quanto a CPU e outros componentes mais lentos.

4. Isole seus arquivos de swap: Os arquivos swap de seu PC – ou memória virtual – colocam dados em seu HD quando a RAM do sistema fica cheia. Acontece que, infelizmente, acessar dados no disco rígido é muito mais devagar do que na RAM. Assim, um computador que acessa freqüentemente arquivos swap pode sofrer uma considerável queda de desempenho.

A melhor maneira de acelerar o acesso a esses arquivos é colocá-los em um segundo HD – de preferência um sem nenhum arquivo de programa ou de sistema operacional. Caso isso não seja possível, sugerimos armazená-los em uma partição isolada do drive para minimizar a fragmentação, que também dificulta o acesso à memória. Programas para fazer partição, como o PartitionMagic 8 da Symantec, tornam essa tarefa bem fácil.

5. Elimine o swap: Se seu PC tem pelo menos 1 GB de RAM, você pode acelerá-lo desativando a opção de swap nas configurações de sua memória virtual. Simplesmente marque a opção Sem arquivo de paginação na caixa de diálogo da memória virtual.

Para abrir essas configurações no Windows XP, clique com o botão direito em Meu Computador, vá em Propriedades, Avançado e clique no botão Configurações dentro do campo Desempenho. Vá na aba Avançado e selecione o botão Alterar.

6. Tenha drives duplos: Adicionar um segundo HD configurado como um RAID 0 pode aumentar as taxas de transferência. Várias placas-mãe – tanto medianas quanto as tops – suportam RAID 0. Se não for o caso da sua, você pode adicionar um cartão controlador PCI RAID, como um ATA RAID 1200A da Adaptec.

7. Cheque suas configurações AGP: Tenha certeza de que as configurações de velocidade de AGP no setup de seu computador batem com o máximo da sua placa de vídeo. (4x, 8x e assim por diante). Se sua máquina suporta AGP 4x e 8x, ative o AGP Fast Write, que permite que dados de vídeo não passem pelo sistema da memória RAM.

8. Abra a porteira: Utilize a configuração mais alta que puder para o Gate A20 Emulation na configuração da BIOS do PC para que ele deixe de trabalhar no lento circuito de teclado para o do chipset, que mais rápido.

 

Fonte: Kirk Steers, da PC WORLD (EUA)